A Profissão Multifacetada do Engenheiro Eletricista

Home \ Elétrica \ A Profissão Multifacetada do Engenheiro Eletricista

“Com o avanço do conhecimento técnico e científico, a função do engenheiro eletricista destaque-se no mercado de trabalho globalizado do século XXI. Tendo a responsabilidade pela pesquisa e desenvolvimento de novos produtos elétricos e eletrônicos, além da implantação de matrizes energéticas, o engenheiro eletricista depara-se com um cenário diferente dos apresentados nos séculos passados, como a preocupação da sociedade com o uso adequado dos recursos naturais e humanos.” (Paqueira, Eduardo; Bazzanella, Sandro)

Pare um instante, deixe o celular de lado, desligue a luz …

Já imaginou viver assim? Sem energia, aparelhos eletroeletrônicos e todas as facilidades que o progresso tecnológico nos possibilita hoje?

Só por esse vislumbre, podemos medir a exata importância do Engenheiro Eletricista em todas as searas do ambiente social atualmente, expandindo sua gama de atuação para muito além do ambiente corporativo.

Ao contrário do imaginário popular, o Engenheiro Eletricista não vai passar seus dias de trabalho apenas consertando circuitos elétricos e eletrônicos. Sua área de atuação perpassa as atividades de planejamento para os projetos da empresa a qual trabalha, a fim de acompanhar, por exemplo, o progresso das obras pelas quais é o responsável técnico da parte elétrica; é o responsável pela preparação dos relatórios com resultados de métricas e outras atividades de caráter administrativo ou estratégico também, por exemplo.

Então, quais os campos de atuação do Engenheiro Eletricista hoje?

O Engenheiro Eletricista atualmente tem campo de atuação nas áreas da construção civil, telecomunicações, eletroeletrônica, automação e fornecimento de energia, por exemplo.

Construção Civil

Na construção civil, o engenheiro eletricista é o responsável pelo projeto e instalação da fiação na obra. É por meio de sua técnica que questões estruturais da obra serão decididas como, por exemplo, quantos pontos de luz serão instalados, quantas tomadas serão necessárias, onde elas serão instaladas, a carga elétrica de cada, dentre outros itens fundamentais para a concepção de um imóvel.

Telecomunicações

Nesse quadro de atuação, o Engenheiro Eletricista atuará na criação de sistemas de transmissão de dados, como antenas e fibra óptica.

Assim, a criação de redes, o desenvolvimento de serviços de expansão e de telefonia, a projeção de sistemas e de redes 3G ou 4G para dispositivos móveis e a construção de sistemas de comunicação e de processamento digital são algumas das atividades a ser realizadas por esses profissionais.

Eletroeletrônica

Aqui caberá ao Engenheiro Eletricista unir seus conhecimentos em eletricidade e eletrônica para planejar e operar sistemas elétricos em empresas e indústrias, desenvolvendo eletrodomésticos e/ou criando e atuando na manutenção de placas eletrônicas e hardwares que garantem o funcionamento de equipamentos de uso doméstico e industrial.

Automação

No setor de respectivo, o Engenheiro Eletricista é responsável pela construção e desenvolvimento de sistemas automatizados e robotizados para a indústria.

Sendo assim, será responsável por desenvolver máquinas e sistemas de automação para diferentes tarefas realizadas pelo ser humano, o que inclui a manipulação de robôs industriais, programação de equipamentos, construção e operação de aparelhos cirúrgicos.

Ademais, participa no processo de construção dos componentes elétricos do sistema de produção de fábrica, dos simples aos mais complexos.

Vistorias preventivas no fornecimento de energia em equipamentos automatizados é também uma das funções desempenhadas pelo Engenheiro Eletricista focado na área de automação.

Fornecimento de Energia

O campo de atuação no fornecimento de energia é vasto para o Engenheiro Eletricista, uma vez que, as usinas hidrelétricas, eólicas e solares necessitam sempre desses profissionais.

Aqui o Engenheiro Eletricista é responsável pela elaboração de plantas de indústrias e pela geração de energia. Ele irá atuar na construção e manutenção de sistemas de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica.

Assim, atua no desenvolvimento e na construção de usinas e estações de energia, como hidrelétricas, solares e eólicas, participando também na criação das formas de armazenamento, captação e distribuição de energia.

É, pois, perceptível que os campos de atuação para o Engenheiro Eletricista são vastos, sendo, portanto, de suma importância que, seu processo de formação e aprendizagem seja múltiplo tal qual será suas múltiplas áreas para exercer atividade.

 

(Imagens não autorais)

ABOUT THE AUTHOR: Projetos Paraiba LA

RELATED POSTS

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *